Acho que muitos devem concordar que as séries britânicas tem um charme todo particular. Não sei se o acento do idioma é o único responsável por criar uma atmosfera que imediatamente difere das boas (mas cada vez mais repetitivas) série americanas que todos amamos; Talvez seja o eterno clima nublado da ilha da rainha, mas eu prefiro apostar que roteiro e atuações são efetivamente irresistíveis.

Uma das principais características são as narrativas alineares, impacto visual das séries de época, que nos rementem a épocas e costumes que jamais experimentamos em nossa história tão recente, mas são elas, as comédias, que nos atordoam com sátira, ironia e um humor tão próprio… o britânico.

Por isso, hoje, nem vou me prolongar nas grandes e sempre elogiadas Sherlock, Downton Abbey, Doctor Who, Black Mirror etc.

Desde a despudorada Absolutely Fabulous, exibida por aqui  nos bons tempos do saudoso canal pago Eurochannel, passando pelas divertidas empreitadas da dupla Matt Lucas e David Walliams e seus tipos politicamente incorretos em séries como Come Fly with Me, no qual satirizam a vida de uma companhia área de baixo custo e o dia a dia de seus funcionários (os carregadores de mala que furtam as bagagens, o moleque que sonha em ser piloto, mas o mais perto que chega disse é ser caixa da lanchonete do aeroporto, a comissária que odeia a classe econômica) ou a impagável Little Britain, na qual satirizam o way of life dos ingleses. As comédias britânicas se tornaram uma paixão.

Os dois atores vivem todos os personagens da comédia Come Fly with Me
Os dois atores vivem todos os personagens da comédia Come Fly with Me

Recentemente resolvi acompanhar uma série despretensiosa com toda a pinta de besteirol, chamada Tripped, na qual dois amigos descobrem que existem universos paralelos e milhões de versões deles mesmos correndo risco de serem mortas para manter o equilíbrio natural e, preciso admitir que mesmo as sinopses mais tolas podem resultar em algo de uma inteligência ímpar. As diversas versões do universo, a reconstrução das realidades virtuais da dupla de idiotas, realmente prende e promete para a segunda temporada.

Os multiversos de Tripped - (George Webster como Milo e Blake Harrison como Danny)
Os multiversos de Tripped – (George Webster como Milo e Blake Harrison como Danny)

E agora, a recém-estreada The Aliens veio para preencher este espaço vazio na grade para rir tomando chá.

Catalogada como ficção científica, The Aliens foi criada por Fintan Ryan (In the Flash) e é protagonizada por Michaela Coel, Michael Socha e Jim Howick. Mas a série não usa grandes cenários ou pirotecnias. Ela tem outras coisas para mostrar.

The Aliens 2

A série nos leva a uma cidade fictícia chamada Troy, após uma invasão alienígena, onde os seres humanos e extraterrestres “convivem”, mas na verdade, as cidades humanas estão isoladas por imensas muralhas e para que um extraterrestre passe para o lado humano, há que enfrentar toda a burocracia britânica de imigração.

O cabelo extraterrestre é consumido pelos seres humanos como uma droga ilegal potente e por isso, aliens só podem visitar as comunidades humanas se rasparem a cabeça.

No centro disso, o policial de imigração Lewis vai descobrir que é um mestiço extraterrestre, algo que ele sempre desprezou.

E isso é só o começo.

Apesar de divertida, a trama aborda questões sobre identidade, descobrir quem somos, revirar segredos familiares e ter a vida mudada de uma hora para outra.

A série ainda fala sobre a busca pela cara metade, de encontros e desencontros, de estar apaixonado por alguém manipulador.

E uma das coisas mais bacanas é a discussão sobre a discriminação étnica, algo tão atual em épocas do êxodo dos refugiados dos países em guerra no oriente médio.

A série brinca com o absurdo, com o irônico, com o delirante, cômico, dramático, social e romântico e tem tudo para conquistar a audiência e os fãs decepcionados com o excelente Channel 4, desde que cancelaram a pérola Utopia, uma das mais estranhas e maravilhosas séries já produzidas do outro lado do oceano.

Enfim, The Aliens já estão por aqui, entre nós. Assista!

Confira o trailer:

[follow id=”tvexpert” count=”true” ]
lf4