Stranger Things, a série de ficção científica, que se passa nos anos 80, se tornou uma febre. E a própria Netflix anunciou que seria burra se não a renovasse, como tradicionalmente faz com suas séries originais.

Pois bem, ela está já em fase de desenvolvimento. Os criadores Matt e Ross Duffer declararam recentemente ao portal IGN que, assim como em Harry Potter, a ideia é mostrar o crescimento real das crianças que compõem o elenco e, por isso, ambientarão a nova temporada exatamente um ano após os eventos da primeira, coincidindo com a passagem de um ano entre a estreia e a segunda temporada. Isto não apenas como efeito dramático, mas para justificar as mudanças que rapidamente acontecem nos corpos e vozes de crianças das idades dos garotos da série.

Os atores envelheceram. A voz do Gaten Matarazzo, o Dustin, já engrossou. Então o personagem também mudará. Ele cresceu. Queríamos retomar do episódio do Natal, mas não é possível, então vamos pular um ano. Eles vão estarão um ano mais velhos”, afirmou Matt.

Gaten Matarazzo
Gaten Matarazzo

Mas não haverá um blackout de informações sobre este ano. Os criadores pretendem resumir para o público, o que aconteceu nesta passagem de tempo e como as vidas dos personagens vai aos poucos retomando a normalidade, após os estranhos acontecimentos retratados pela série.

Sem revelar muito sobre o enredo do novo ano, falam sobre o salto de tempo:

O salto de um ano nos abre muitas mais possibilidades para contar histórias. Esses personagens mudaram e o público tem a sorte de preencher essas lacunas do que aconteceu naquele ano. Para nós, é emocionante. Então, o fato de que nós temos que fazer este salto, por causa das crianças, estamos tentando usar isso a nosso favor”, justificou.

[follow id=”tvexpert” count=”true” ]
lf4

Deixe uma resposta