A AMC apresentou neste domingo, a sua nova série que promete e cumpre entreter durante os hiatus das famosas séries de zumbis da emissora. Preacher, inspirada nas HQs de mesmo nome, criadas por Garth Ennis e produzida pelo fanfarrão Seth Rogen (mais conhecido por ser eterno parceiro das loucuras do ator James Franco e por participar e produzir vários besteirois).

Seth já havia adiantado que a trama é inspirada nas HQs, deve usar os mesmos personagens,  mas trará uma ótica toda particular, que deve surpreender aos fãs dos quadrinhos. E de fato! A série é muito doida, mas no melhor sentido da palavra.

Sim, ela vem dos quadrinhos e como em qualquer adaptação é quase tão difícil quanto é um porre fazer comparações com o original. E, como, aliás todo mundo deveria fazer, queremos olhar para Preacher, como ela é: uma ácida, delirante e divertida produção de TV.

A fotografia é uma beleza. Os belos enquadramentos das paisagens quentes do Texas, ajeitadinhos com uma trilha country perfeita convivem com uma narrativa ágil, cheia de ganchos e que delineiam um futuro bastante promissor.

Preacher Texas

O resultado é uma série supostamente de horror que não divertia tanto desde a saudosa e injustamente cancelada Constantine, da NBC.

Pois bem. No centro da trama, Jesse (Dominic Cooper), um pastor evangélico que, aparentemente não leva o menor jeito para o ofício. Ele bebe, fuma, solta palavrões e dá porrada… e, mais que isso: gosta! Ele bem que tenta se ajustar, o que parece estar deixando o cara muito infeliz, já que está amarrado a uma promessa feita a seu pai, também pastor, assassinado à sua frente, quando ainda era uma criança em circunstâncias que ainda não foram esclarecidas. E, Jesse Custer é rodado. Nem sempre por caminhos tão carolas. As sequências com a personagem Tulip, que aliás, faz uma entrada épica na série, mostram que ele tem um passado complicado, ligado à violência e não exatamente às linhas retas da Palavra que agora prega.

Preacher Jesse

Enquanto Jesse vive um dia de cada vez, tentando ser algo que ele, claramente não quer, nem nasceu para ser, uma estranha forma de energia desce do “profundo” espaço sideral e recai sobre um entusiasmado pastor em algum lugar da África. Durante um culto animado, o sacerdote, simplesmente explode na frente de todos os fiéis, causando pânico na pequena igreja. Obviamente flertando com o sacrilégio, a “criatura” parece estar atrás de algo ou alguém com determinadas características e passa a rodar o mundo em busca disto, explodindo outros sacerdotes no caminho.

Preacher Blood Explosion

O fato deste ser ter vindo do espaço apimenta ainda mais o tom irônico da série, já que obviamente será confundido com um demônio ou ser sobrenatural.

E se você acha este começo politicamente incorreto, Preacher parece ter uma arsenal de maus (e ácidos) exemplos. Em uma sequência, uma mulher relata naturalmente que seu marido a espanca, morte e a queima o tempo todo. Quando questionada pelo pastor se ela quer ajuda, rebate profundamente ofendida com a questão: “Não! Eu gosto!“.

Ainda neste primeiro episódio, em uma sequencia de ação hilária, somos apresentados a Cassidy (Joseph Gilgun), outra criatura estranha que personifica um malandrão, cheio de ironia e maus hábitos: adora sangue, inclusive, quentinho retirado da fonte, na hora. Quem é? O que é? O que quer? Ainda não sabemos.

Cassidy está sendo perseguido por seus inimigos, quando consegue se safar e pula de um avião, usando apenas um… guarda-chuva! O que obviamente não funciona, já que ele não é Mary Poppins. Estatelado no chão, em uma poça de tripas e sangue, ele mostra que não é fraco não! Basta devorar mais sangue e se recuperar. Coitada de uma vaquinha inocente que passeava pelo pasto. Preacher Cassidy

Porém este incidente é o que acaba o colocando no caminho de Jesse, com quem, aparentemente, apresenta afinidade de cara.

E a galeria bizarra não para por aí. Jesse é um dos poucos amigos de Eugene (Ian Colletti), que recebe o delicado apelido de Cara-de-Cu, nos quadrinhos. Por razões, digamos óbvias.

Preacher Cara de Cu

E no clímax do episódio, finalmente a criatura de energia vinda do espaço encontra Jesse, exatamente no momento em que ele pede a Deus um sinal sobre se deve ou não largar a congregação e seguir sua vida desajustada. E… bom, você precisa ver.

Isto é apenas o começo.

Preacher é exibida aos domingos pela AMC, inclusive no Brasil e terá 10 episódios nesta primeira temporada.

Confira o trailer:

[follow id=”tvexpert” count=”true” ]
Curta nossa Página no Facebook