Um dos grandes acertos da temporada 2016-2017 do canal USA, Colony tem conseguido tratar de um tema já tão explorado pela ficção: a invasão alienígena, de uma forma muito peculiar.

Este texto contém spoilers de conteúdos já apresentados pela série e teorias sobre o futuro do programa.

Explorando a América, mais precisamente, Los Angeles, como um lugar sitiado, governado com mãos de ferro por uma nova autoridade interplanetária que, esconde seu rosto atrás de outros seres humanos, escolhidos estrategicamente para representá-los e manter a ordem da colônia, combatendo uma rebelião que insiste em se fazer presente, a série vem ganhando cada vez mais entusiastas, exatamente pela tensão e suspense. E um dos maiores mistérios consiste exatamente na expectativa de saber como são os nossos novos governantes, com o que se parecem, de onde vieram, o que comem, o que querem?

Talvez este seja o maior trunfo da série e há quem defenda que nem deveria ser revelado. Pelo menos por agora. Sem recorrer a monstros e efeitos especiais, o drama ganha ares mais realistas, prende a atenção pela ação, inclusive, por sempre deixar esta curiosidade no ar.

Nos episódios mais recentes, no entanto, parecemos estar cada vez mais próximos de ter pistas concretas sobre as verdadeiras intenções dos visitantes. E, a qualquer momento, algo mais deve ser revelado. Recentemente descobrimos que eles estão saqueando nosso planeta. Enormes carregamentos de sabe se lá o quê saem periodicamente das colônias para as naves-mães. No episódio 02×06, pudemos até ver que alguns casulos, claramente para acomodar seres humanos estão entre os itens requisitados pelos ET´s.

Mas o que sabemos até agora sobre os aliens de Colony ?

  1. Eles podem não ser claramente classificados como maus ou bons

Assim como a Resistência mata para defender suas intenções de contestar e derrubar a autoridade alienígena, os Colaboradores matam exatamente para defender esta estabilidade. Ou seja, há gente ruim dos dois lados. Os alienígenas podem também ser assim. Inclusive, podem até, em algum momento, terem vindo em paz ou desejar uma coexistência, mas pelo que se observa da humanidade, isto poderia ter sido interpretado como inviável. É possível notar ainda que eles não tem um extraterrestre governando as colônias, mas pessoas com uma sede de poder, tal como já sabemos que os seres humanos são capazes. Talvez, eles nem tenham interesse em nos governar, mas apenas nos distrair de suas verdadeiras intenções.

A doutrina “pregada” pelos tutores a mando da autoridade global de que chegará um grande dia de benção e fim do sofrimento também seria um indício de que pode haver boas intenções, ou seria apenas um engodo? Uma forma de nos enfraquecer?

Um personagem que sempre deixa algo dúbio no ar é Snyder que, sim, deseja ter sua posição de volta, mas cita mais de uma vez que tudo que faz, inclusive, as tramoias e traições são para o bem maior e para que a colônia de Los Angeles possa ter um pouco mais de liberdade. Será?

Snyder agora está ainda mais próximo dos visitantes, já que é um dos responsáveis pelos carregamentos enviados para fora do planeta. Já deixou claro que há carregamentos com coisas terríveis, já conhecidos pela governadora e outras lideranças.

2) Os alienígenas não vivem o tempo da mesma forma que nós

Quando a primeira chefe de Will é morta, estava ao telefone e falava de como os alienígenas não vivenciam o tempo da mesma forma que nós, o que poderia dificultar a comunicação. Por outro lado, isso é muito pouco claro, mas alimenta uma forte teoria de que os aliens talvez nem sejam extraterrestres, mas outros seres humanos de outra época, do futuro, e que estão tentando de alguma forma salvar o destino de seu próprio tempo de nós mesmos. Mais um indício de que os vilões somos nós.

3) Eles são humanoides

Mais um reforço para a teoria de que eles não são alienígenas coisa alguma é o fato de que eles aparentam ser exatamente idênticos a seres humanos, pelo menos nos contornos de sua forma, como podemos ver no episódio em que um visitante quase é apreendido pela Resistência. Ok, poderiam ser outros seres humanoides. Não vimos rostos, nem pele até aqui.

Nesta mesma ocasião, quando uma parte do traje é capturada pela Resistência, eles descobriram de forma trágica que o equipamento emite uma radiação contínua e letal. Terão vindo os visitantes de um futuro em que a humanidade infectou a Terra com material nuclear vindo de bombas atômicas e quem sobreviveu carrega esta radiação?

4) As pessoas precisam ser descontaminadas, antes de estarem próximas deles

Assim como o equipamento deles é letal para nós, também parecemos letais para eles. No primeiro episódio da série, vimos um grupo de pessoas, supostamente sendo transferidas para o que se chama “A Fábrica”. As pessoas tiveram que ser despidas e submetidas a luz UV. Parece bem claro de que elas foram levadas ao encontro deles. Supostamente, em uma das naves-mãe.

5) Eles são muito superiores a nós

Não é qualquer um que consegue sitiar as grandes cidades humanas. Coloca muros de 45 m, inclusive no oceano. Se não bastasse isto, para identificar que são seres tecnologicamente superiores a nós, Snyder comenta que já os encontrou uma única vez e que foi suficiente para perceber o quanto somos insignificantes perto deles. Além disso, Maddie viveu uma estranha experiência hipnótica na cerimônia de iniciação ao culto do “Grande Dia”. Talvez eles sejam tão superiores, vivem em outras dimensões, que só permitem a comunicação mediante efeitos telepáticos ou extrassensoriais.

6) O que eles estão levando de nosso planeta?

Como já citamos, eles levam carregamentos periódicos de coisas da Terra para a nave mãe. Seriam suprimentos, recursos? Já sabemos que levam pessoas também. Com que finalidade? E por que somente os que são considerados fora da lei são levados para a tal Fábrica? Se intenção é boa, a de preservar a espécie ou aprender sobre nós, por que os bandidos?.

7) Eles tem interesses específicos na colônia de Los Angeles?

Aparentemente, cada colônia é tratada de forma diferente. Los Angeles chama a atenção por ter uma resistência persistente, mas poderia simplesmente ter sido dizimada ou entregue ao azar com aconteceu com a colônia de Santa Mônica, que se tornou basicamente uma terra sem lei. Por que Los Angeles ainda segue de pé?

8) Eles já estiveram aqui antes.

A estranha tutora da filha de Will e Kathie se referiu a Jesus como um outro visitante que esteve por aqui antes da “grande chegada”. Mais pra frente, no episódio 02×02, temos ainda mais de uma dica de que eles já estiveram aqui antes. O episódio começou com um flashback, onde os cientistas de 1969 ouviram “música matemática” vindo de algo que poderia ser um farol na lua.

9) Crianças são importantes para eles

Assim como no clássico O Fim da Infância, de Athur C. Clarke, que foi um dos precursores das magnificas invasões alienígenas, em Colony, estes visitantes parecem interessados em educar (ou seduzir) as crianças. E isto é muito importante para eles já que nomeiam tutores dedicados a ir às casas e transmitir ensinamentos de sua doutrina. Lembra quando Will e Charlie estavam subindo a parede e o drone atirou em todo mundo, menos neles? Talvez Will não fosse a razão, mas sim, seu filho Charlie. Aparentemente, os drones são programados para não machucar crianças.

O interesse por trás disso seria ter uma geração mais fácil de lidar daqui a 20, 30 anos? Ou prepará-los para serem resgatados deste mundo?

Por fim, há três teorias mais fortes sobre os alienígenas de Colony:

  1. Eles são seres humanos de outra época (como já citamos anteriormente); Seu objetivo é corrigir algum erro do passado e consertar seu próprio futuro.
  2. Eles são uma raça superior bem intencionada e estão captando recursos, animais e pessoas para criar uma nova colônia fora da Terra, pois sabem que nosso planeta está com os dias contados;
  3. Eles são realmente exploradores espaciais e pretendem usar as pessoas e recursos da Terra coimo alimento ou combustível.

E você? O que acha?