Você desperta de repente, não entende onde está, mas rapidamente percebe que está muito longe, numa estrada erma. Caminha por horas até chegar em casa. Todo mundo parece estar dormindo. Ninguém nem notou que você se atrasou para o jantar. Nem te esperou preocupado. E que fome! Melhor assaltar a geladeira e depois banho e cama para dormir de verdade. Apesar do pouco sono, deve ser algo em torno de 2 da manhã.

Poderia ser a rotina de qualquer adolescente irresponsável, mas esse não foi um dia comum na vida de Camile (Yara Pilartz).

Em outro ponto da cidade, um rapaz acorda, anda por ruas de um bairro que conhece como ninguém, mas tem algo diferente. Parece mais iluminado do que o normal. Vai até o seu local de trabalho, mas que coisa maluca: parece que mudou de dono. Nem reconhece as pessoas que estão trabalhando lá. Bom, o jeito é ir pra casa, descansar. Afinal, a data de seu casamento está próxima. Tem muita coisa que fazer. Bate na porta e, uma pessoa estranha abre e diz que você não mora lá. Deve estar enganado. Será um sonho? Um delírio? Pode ter sido isso que pensou Simon (Pierre Perrier) ao acordar naquela noite.

Não tão longe dali, ela chega em casa, cumprimenta seu marido, que não diz uma palavra. Ele parece um tanto acabado. Deve ser a bebida. Bom, a fome é muita, decide preparar algo pra comer. Seu marido a olha assustado. Não diz uma palavra. Sai de casa aterrorizado. Madame Costa (Laetitia de Fombelle)ainda não tem ideia do que pode ter causado esta reação.

Cenas como essa se repetem com uma série de pessoas. A pergunta é exatamente essa que paira em uma pacata e encantadora cidade de montanha próxima aos alpes franceses, dona de um belíssimo lago formado a partir da inundação provocada pela construção de uma represa.

Eles voltaram? Sim. Voltaram.

Por quê? Como? Este é o grande mistério de Les Revenants, uma série francesa criada a partir do argumento do filme (2004) homônimo de Robin Campillo.

Todas essas pessoas simplesmente estão mortas (ou estavam). Alguns há poucos anos. Outros há muito mais tempo, 34 anos atrás.

Centenas de pessoas já falecidas simplesmente retornam como se nada houvesse acontecido. Inclusive, sem a memória de que um dia morreram.

Seria um milagre? Uma peça do demônio? Alucinação coletiva?

Você simplesmente terá que tirar suas próprias conclusões neste thriller incrível, criativo, sombrio e misterioso, produzida originalmente pelo Canal+ com apenas uma temporada de oito episódios e às vésperas do lançamento da sua 2ª temporada.

O tema é tão interessante que deu origem à serie americana Resurrection , da ABC, outro grande sucesso (vale lembrar que essa se inspira no filme, mas salvo o tema não tem relação com Les Revenants). E, atualmente está em produção The Returned, essa sim, remake americano baseado na série francesa, que estreia em breve.

Recomendo que não espere a versão americana. Dê-se ao prazer de ver esta francesa com todo o sotaque e clima de uma produção europeia, sem tantos pudores e que sabe mexer com o imaginário dos expectadores.

Les Revenants no Brasil foi exibida pelo canal pago HBO Max.

Confira o trailer:

  • Elias Cavalcante

    sou fã da serie e não aguento mas esperear a segunda temporada.