Contém Spoilers

Por mais que muita gente se arrepie com a ideia (no bom e mal sentido), parece inegável que a aliança entre Jon Snow e Daenerys Targeryen chegue às vias de fato no encerramento da sétima temporada, que irá ao ar no próximo 27 de agosto.

Os olhares trocados entre Jon e Daenerys (rebatizada carinhosamente de Dany pelo rei do Norte), as atitudes impulsivas da mãe dos dragões, que preferiu largar seu posto na batalha para “lutar a luta” de Jon contra a horda de caminhantes que ameaçam Westeros – o que lhe custou um dos seus dragões – não negam que o clima já esquentou.

Agora, “O Dragão e o Lobo“, título sugestivo do episódio que fecha o penúltimo ano da série deve confirmar os rumores de que a primeira noite de amor entre os dois pretendentes ao trono de ferro acontecerá.

Segundo roteiro vazado, é no percurso entre a Muralha e Porto Real que a dupla deverá avançar um passo e poderá ser chamada de casal.

Ainda que torçam o nariz, o diretor Alan Taylor assume que isto é inegável e imutável e que esse encontro é o acontecimento mais planejado deste enredo, segundo o próprio George R.R. Martin, autor da saga literária que deu origem à série. Ainda durantes as gravações da primeira temporada, Martin teria visitado o set de filmagem e dito que toda a trama convergiria para a formação deste casal. “Quem conhece os livros, sabe que o encontro [lá também] é inevitável, mas ninguém sabe ainda como vai acontecer e se desenrolar“, explicou Alan.

Mesmo com a origem de Jon estar já bastante clara (ele é filho de Lyanna Stark e Rhaegar Targaryen, o irmão mais velho de Daenerys), esta ascendência será ratificada por documentos encontrados por Sam na Cidadela e pelas visões do passado de Bran. Com isto, um novo caso de incesto será apresentado na série. Além de Cersei e Jaime, irmão gêmeos que mantém uma relação (já nem tão) secreta há anos, tia e sobrinho irão para a cama em breve.

A trama reflete uma sociedade medieval e incestos que visavam manter bens nas mãos de uma mesma família ou mesmo a “pureza da casta” não eram assim tão pontuais.

Na saga, inclusive, já se sabe que para os Targaryen, isto nem é tabu. Eles se casavam até entre irmãos. Mas Jon foi criado como um Stark, cujos costumes são diferentes. Resta saber se quando descobrir, vai aceitar numa boa.

O que está bem claro é que o próximo monarca a sentar no trono de ferro tem muito mais chances de ser um Targaryen… ou dois.

  • Carlos Henrique Rezende

    AMEI!