Apesar de toda a polêmica que envolveu seu pré-lançamento, quando inclusive, grupos cristãos americanos tentaram boicotar a série, a FOX manteve o projeto e apresentou sua versão para a HQ Lucifer, mostrando um capetão light, charmoso, entediado com seus afazeres no inferno, cheio de problemas de consciência em dúvida entre agir pelo bem ou mal, apaixonado por uma mortal e, além de tudo, extremamente charmoso e sarcástico.

Esta mistura rendeu não só a aceitação da série como atraiu fãs para o personagem tão controverso e, em um safra de fracassos retumbantes de audiência do canal (Scream Queens – renovada pela pressão dos fandoms – e as já canceladas, Minority Report e Second Chance), a trama emplacou e terá segunda temporada.

A série mantém a expressiva média de 10,5 milhões de expectadores a cada episódio, segundo a FOX.

Nos temos algo especial com Lucifer, desde as performances de Tom, Lauren e do resto do elenco, até o visual criado por Len Wiseman.“, disse David Madden (presidente da FOX).

Confira o trailer:

[follow id=”tvexpert” count=”true” ]
lf4