Sem grandes pirotecnias, mas com uma adaptação consistente, atuações charmosas, cenas de ação refinadamente coreografadas, edição instigante e um roteiro capaz de prender, a Netflix efetivamente se coloca entre as melhores produtoras e distribuidoras de conteúdo da atualidade.

Sua versão, em parceria com a Marvel, da HQ Daredevil (Demolidor), cuja primeira temporada foi integralmente disponibilizada no cardápio do poderoso portal de streaming, está entre as melhores coisas da categoria realizadas nos últimos tempos na TV (ou neste caso, internet). Sim, tanto Agents of S.H.I.E.L.D. como Agent Carter são excelentes produtos, mas Demolidor supera estas adaptações pela simplicidade como retrata a luta do bem e do mal, trazendo (quase) para a nossa realidade.

Os primeiros minutos da série já cativam. Vemos um mascarado (e cego) Matt Murdock (Charlie Cox) lutando de forma frenética com três homens. Mesmo não sendo um poderoso Thor ou mesmo um Homem de Ferro, cada golpe vem com a velocidade e precisão de alguém sobre-humano.

Nesta sequencia muito bem dirigida e que explora cada cena, onde se pode ouvir ossos sendo quebrados e sangue respingando, o novo herói das telinhas prende qualquer expectador.

Explorando as nuances humanas e fugindo do estereótipo dos heróis sobrenaturais, Demolidor mostra um bem comportado advogado defensor dos inocentes que, à noite, se torna um implacável justiceiro, sem deixar de brincar com o fato de ele ser deficiente visual.

Na série, Nova York luta por sua reconstrução após ser bombardeada. Esta nova fase, trouxe à tona a voracidade de criminosos e aproveitadores pela possibilidade de todo tipo de corrupção, na qual os poderosos lucram com o cenário atual. A própria força policial em si parece estar mergulhada na lama dos interesses de gente capaz de usar todo e qualquer artifício para se dar bem ou encobrir seus maus passos.

Apesar de ser um herói, Demolidor oscila entre o bom moço e seu lado mais escuro, tornando a série (sem medo de errar), a melhor produção da Marvel para a TV  jamais realizada. Demolidor faz Gotham, (da DC) – uma excelente realização da FOX – que também retrata a luta do bem contra a corrupção e exalta os vilões, parecer caricatura.

Se formos fazer alguma alusão, o ambiente retratado em Demolidor está bem mais próximo de produções como SinCity, o filme, do que de seriados para a TV (ou streaming).

Demolidor mostra como a sociedade carece de heróis mais simples e, (quase) mais factíveis. Afinal, Os Vingadores podem até ter salvado o mundo, mas deixaram Nova York em ruínas e abandonaram a cidade. O crime criou raízes em meio aos destroços e, heróis como Homem de Ferro, não são mais vistos por ali.

Eu disse “quase”, já que Demolidor não abandona a clássica magia Marvel, em que o herói adquire poderes a partir de um acidente com produtos químicos. Aqui, Matt Murdock, perdeu a sua visão, mas aumentou o resto de seus sentidos para níveis sobre-humanos. Ele pode ouvir, cheirar, saborear e sentir o que não podemos, e sua “visão” do mundo é toda particular e muito precisa.

Charlie Cox não poderia ter sido melhor escolha para viver Demolidor (chupa Ben Affleck!!). Antes, o que parecia improvável escalação, já que o ator tem cara de bom moço e até então, aparentava ter corpo franzino, Cox domina a tela, mostra uma evolução física surpreendente e é excelente tanto na composição de um deficiente visual que vive muito bem com sua aparente limitação, quanto é preciso nas cenas de lutas coreografadas.

Faz tão bem o advogado, o cara gente boa que faz piada de sua condição quanto o vingador capaz de coisas terríveis. Seu parceiro de cena, o também advogado Franklin “Foggy” Nelson (Elden Henson), também manda bem contrapondo com seu humor sarcástico um advogado que preferia mais clientes que paguem do que defender os inocentes.

Com tantos novos shows de super-heróis na televisão, Daredevil é um prenúncio de grande produções, já que Marvel e Netflix tem mais três séries solo previstas para o futuro próximo, que, após a exibição, culminarão na minissérie sobre Os Defensores, uma espécie de Liga da Justiça da Marvel. Jessica Jones, Punho de Ferro e Luke Cage completam o grupo de heróis.

Confira o trailer:

Saiba mais sobre a série aqui.

likeface

Deixe uma resposta